Risotto de linguiça fresca com ervilhas

Risotto de linguiça fresca com ervilha

Risotto é aquele prato fácil e rápido de preparar e que todo mundo gosta! E dá pra fazer risotto de quase tudo, então tendo o arroz certo no armário e um pouco de vinho, sempre dá pra fazer uma comida gostosa com o que você tiver na geladeira.
Essa receita é do meu amigo Marcio Krakhecke e eu adoro. Se você não curte linguiça ou ervilha, pode substituir por quase tudo, lembrando apenas de alguns detalhes, como: se resolver usar tiras de carne vermelha, escolha uma bem macia, como filé mignon ou alcatra, e refogue em azeite bem quente. Se for usar cogumelos, como shitake, shimeji ou paris, refogue-os bem rapidamente ou então até o final do preparo do risotto eles terão derretido. Certo? Então vamos à receita.

Antes de tudo, as dicas:

– risotto é arroz ao ponto porém cremoso. O creme só se consegue com o arroz certo e a maneira de cozinhar, que requer paciência;
– Use uma manteiga e um parmesão de boa qualidade;
– não precisa usar um vinho muito caro, mas também não o mais barato. Use um vinho que você beberia. Na casa dos R$ 15 reais é o suficiente;
– para mexer, use uma espátula ou qualquer outra coisa que você consiga ir mexendo e raspando o fundo. Isso ajuda na cremosidade;
– use uma panela de fundo grosso, nem que seja sua panela de pressão (você não precisará da tampa muito menos da pressão). Isso porque o risotto é um processo lento, então panelas finas fazem o fundo dele queimar. Se for fazer uma quantidade maior, use uma panela larga. Risotto feito em panela pequena não dá o ponto. O truque da panela de pressão comum só dá pra essa quantidade;
– fogo alto;
– o processo de cozimento do arroz é: uma concha de caldo e um gole de vinho por vez até quase secar e vai repetindo até terminar;
– pode ser que você não utilize todo o caldo.

Ingredientes (para 2 pessoas comerem bem)

400 gramas de linguiça de pernil fresca ou linguiça toscana.
1/2 x de ervilhas frescas (sou prática e uso a congelada)
3/4 xícara de arroz carnaroli ou arbóreo (seco, sem lavar)
2 colheres de sopa cheias de manteiga
vinho branco seco (você vai usar uns 350 ml)
parmesão  ralado à gosto (de preferência não industrializado. Use pelo menos umas 4 colheres de sopa)
1 colher de café de raspas de limão (dica do meu amigo que faz TODA a diferença no sabor, pq dá frescor ao prato)
1 tablete de caldo de legumes
2 litros de água fervente
cebola e alho picados bem miudinho a gosto
um bom fio de azeite para refogar
sal e pimenta do reino (de preferência moída na hora) a gosto

Como fazer

Coloque uma panela com a água e o caldo de legumes para ferver.
Com a ponta da faca, faça um risco em cada linguiça e retire a pele. Solte o recheio da linguiça para ficar aos pedaços. Se achar alguma gordura muito grande, descarte-a. As pequenas você pode deixar.
Pegue sua panela com fundo grosso, coloque o fio de azeite e refogue a linguiça até começar a dourar. Se juntar água, espere porque ela vai secar e começar a fritar. Quando estiver começando a dourar, coloque a cebola, refogue 1 minuto, e então coloque o alho e refogue rapidamente. Junte o arroz e mexa bem por cerca de um minuto. Agora você vai começar a colocar o caldo, então ele tem que estar fervendo. Na primeira vez, coloque duas conchas e um bom gole de vinho, além do sal e da pimenta, e vá mexendo e raspando o fundo com a espátula sem parar. Começou a secar esse caldo, repita o processo, mas agora uma concha de caldo por vez, sempre com um gole de vinho junto (esses goles de vinho não são pra você , tá amiga? rs) . Mexendo e raspando sem parar até quase secar.
Quando colocar a terceira ou quarta concha de caldo + vinho, coloque as ervilhas e continue o processo normalmente. De vez em quando, experimente o arroz para saber como ele está cozinhando e quanto precisará de caldo e vinho ainda.
Quando achar que o arroz chegou ao ponto, que é macio mas não mole demais e cremoso, coloque o parmesão e mexa bem, em seguida a manteiga e as raspas de limão. Incorpore tudo e está pronto! Sirva imediatamente.

Obs.: risotto de um dia pro outro fica seco e horroroso, então faça sempre a quantidade para uma refeição apenas.

 

 

Tags:  ,

6 comentários em Risotto de linguiça fresca com ervilhas

  • JOSE SORIANO  disse:

    eu já fiz e garanto, É realmente fácil e bom. Sugiro adicionar champignom e caprichar no queijo na hora de servir. Pimenta Tabasco tb cai bem,

    • ~ Renata - Tá Bom de Sal? ~  disse:

      Vc é a prova de que é possível não saber cozinhar e fazer esse risotto. Beijo e obrigada.

  • Lucimar Mutarelli  disse:

    eu já tava toda animada com os goles de vinho…
    nunca fiz risoto, vou tentar porque vc faz parecer fácil…rs
    bjs

    • ~ Renata - Tá Bom de Sal? ~  disse:

      Pode tomar vários goles de vinho antes, durante e depois, Lu. E experimente mesmo fazer, juro que não é difícil!

  • Eurides  disse:

    Hummmmmm adorei, aceito um convite para experimentar esse prato num dia desses qualquer.
    E de sobremesa pode ser essa banana…é deliciosa mesmo.
    Parabéns filha…ficou ótimo seu blog

    • ~ Renata - Tá Bom de Sal? ~  disse:

      Vou fazer risotto de bacalhau para você, mãe! Você vai amar! Obrigada. Beijão.

Comente!

Os comentários são super importantes para a troca de experiência e serão respondidos com o maior carinho. Por favor, educação e critério!

Vou moderar rapidinho e logo seu comentário aparece. Obrigada!